Inteligência Emocional parece papo de consultório médico, não é? Na verdade, o assunto é bem menos complexo do que a gente pensa e entender um pouco sobre isso pode ajudar muito na hora de estudar ou tentar um lugar ao sol no mercado de trabalho.
 
De acordo com Luis Ezcurra Alburquerque, Diretor da La Salle Internacional Graduate School of Business, na Espanha, isso acontece porque a inteligência emocional é um conjunto de habilidades combinadas e que podem ser desenvolvidas ao longo da vida.
 
O segredo é saber administrar e refletir tudo isso. Como faz? Confira as dicas de Luis Ezcurra:
 

1: Conhece-te a ti mesmo

 
A competência mais importante da Inteligência Emocional é a consciência de seus pontos fortes, pontos fracos, suas necessidades, medos e emoções. Conhecer-se é fundamental para poder desenvolver o potencial máximo de suas qualidades.
 
Essa avaliação pode ser objetiva e profissional, usando ferramentas específicas para isso. Porém, uma boa conversa com seus amigos sobre você mesmo também pode revelar muito sobre sua personalidade e qualidades.
 

2: Identifique quais são as necessidades da sua Inteligência Emocional

 
O contexto profissional que você está vivendo pode determinar diferentes necessidades. Dentro do contexto se inclui: o tipo de organização onde você trabalha, o momento evolutivo que se encontra e as tarefas que você desempenha.
 
O estilo de liderança deve se adaptar às necessidades definidas pelo contexto e aos perfis das pessoas que vão ser lideradas. Cada perfil necessita de uma qualidade específica e será muito bom identificar quais são as que cada pessoa deve desenvolver para alcançar o sucesso.
 

 3: Não tente mudar sua essência, mude seus comportamentos

 
Ninguém, nem nada, tem direito de pedir a você que se transforme em outra pessoa. Não é preciso mudar a sua essência para ter outra postura. As competências que você adquirir serão como novos hábitos que você deve adquirir.
 

4: Sem medo de pedir ajuda quando for preciso

 
Hoje é fácil encontrar profissionais especialistas que podem te ajudar a desenvolver as qualidades que necessita. Algumas qualidades podem ser desenvolvidas só por você, outras podem ser desenvolvidas com uma simples ajuda, e as mais complexas podem requerer a assistência de um profissional qualificado. Às vezes um investimento inicial maior proporciona um retorno mais proveitoso.
 

5: Seja realista e, ao mesmo tempo, ambicioso

 
Aceite o que há de bom em você. Certamente você possui muitas qualidades válidas para definir um estilo de liderança poderosa. Coloque elas em prática. Às vezes é mais fácil fazer crescer o que já existe em você do que criar novas qualidades. Siga seu instinto e aproveite a energia que está disponível.
 
Viu? Não tem mistério! Agora é só tentar aplicar essas dicas no seu dia a dia. A matéria completa está na Revista Intervalo, distribuída aos estudantes da Universidade La Salle na abertura do Semestre. Ela também pode ser acessada clicando aqui.
 
Quer ler a Revista Intervalo completa? Acesse e receba no seu e-mail.
 
Aliás, a Universidade é cheia de debates sobre temas legais como esse. Quer conhecer mais a Uni? Clique aqui e confira os cursos oferecidos, nas modalidades EaD e Presencial.